A digitalização do mercado imobiliário


Com a vinda da pandemia diversos setores foram obrigados a se reinventar e tornar a digitalização algo real, inclusive, o setor imobiliário.

Como bem sabemos, a pandemia impactou diversos setores do mercado. Alguns estão conseguindo seguir com seus trabalhos na medida do possível. Entretanto, outros estão sofrendo com as penalidades do vírus.

Em 2019, de acordo com o IBGE, o setor da construção civil teve um crescimento de 1,6% e o segmento imobiliário teve total influência nesta porcentagem. Porém, o fato é que, com a vinda do covid-19, no início de março de 2020, todas as expectativas e planos estratégicos sobre o mercado imobiliário e crescimento do mesmo, foram prejudicados.

É comum ouvir falar sobre o desempenho do mercado imobiliário, bem como as tendências para os financiamentos. Contudo, pouco se debate sobre um fator importantíssimo para a compra, venda ou aluguel de qualquer local: como a classe imobiliária tem se adaptado à crise?

E é sobre este ponto que queremos falar neste artigo! Confira nas próximas linhas mais informações sobre a adaptação do mercado imobiliário sobre a nova realidade bem como sua digitalização.

O que faltava para a transformação digital

Todos os setores têm procurado repensar e melhor entender esta transformação que estamos vivendo. Esse movimento só reforça a necessidade de uma renovação em diversas profissões, inclusive, na corretagem de imóveis. As empresas do setor imobiliário já vinham buscando maneiras de se adaptarem às novas tecnologias. A iniciativa estava engatinhando, através de sites, aplicativos, workshops online, edição fotográfica e etc. Porém, com a turbulência não esperada, mais do que nunca, a digitalização da profissão se tornou essencial e, inclusive, um caminho sem volta.

Como os corretores estão lidando com esse cenário?

Um levantamento feito pelo CRECI-SP, afirmou que, somente na capital paulista, até meados de 2019, existiam 48,8 mil imobiliárias registradas. Nesta época os profissionais da corretagem já eram mais de 400 mil, o que aumentou a cada mês subsequente.

A realidade era que muitos desses profissionais não utilizavam, até então, as ferramentas digitais a seu favor. Porém, como citamos anteriormente, diversas empresas garantiam cursos, aplicativos, metodologias, eventos, entre outros formatos e recursos online, para educar e inserir a tecnologia na rotina dos corretores de imóveis.

Essa implementação, por sua vez, demonstrou resultados interessantes para os profissionais da corretagem. Com isso, apesar da insegurança do segmento, o avanço da digitalização se potencializou e, em meio a realidade vivida, os corretores de imóveis têm adicionado, cada vez mais, os meios tecnológicos em seu dia a dia de trabalho.

Atualmente, é difícil falar com um corretor que não faz uso do WhatsApp para falar com seus clientes ou que não tem uma conta em uma das redes sociais para divulgar novas ofertas.  A realidade mudou e, graças a isso, o setor tem se mantido aquecido e em crescimento.

Visitas digitais

Uma das medidas que a digitalização do mercado imobiliário trouxe com si é o Tour Virtual 360. A ferramenta possibilita a visitação no imóvel de forma totalmente remota e digital. Algumas empresas já faziam uso do tour virtual, porém neste período a ferramenta amadureceu e se tornou mais efetiva e adaptada ao setor.

Para o mercado imobiliário, o tour virtual 360 permite a visita completa do imóvel, entregando os mesmos recursos garantidos na visita física. Os usuários podem, por exemplo, abrir armários e gavetas para terem uma melhor noção de espaço. Além disso, existem pequenos textos espalhados ao longo do imóvel que falam sobre os detalhes relevantes que, em grande parte das vezes, são comentados pelo corretor no momento da visita presencial. Com a tecnologia, comprar apartamento no Ecoville sem precisar se deslocar ao local que está virou uma grande realidade.

Vale lembrar que, além dos recursos interativos, todas as formas de contato são destacadas, a fim de colaborar para com a geração dos leads.

Enfim, a digitalização do mercado imobiliário veio para ficar e mais avanços estão por vir. Aos corretores de plantão, a dica é: fique atento às novidades relacionadas a tecnologia e busque, da melhor forma, se adaptar à nova realidade.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

0 comments on “A digitalização do mercado imobiliário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *